Sobre a Cidade

“Rainha da Borborema”, “Serra da Borborema”, “Capital do Trabalho”. Essas são algumas formas utilizadas para se referir à cidade de Campina Grande, localizada no Agreste da Paraíba.  Com uma população de mais de 400 mil habitantes em uma área de 595 Km2, o município é um importante centro universitário, que congrega instituições de ensino superior públicas estaduais e federais, além de estabelecimentos privados, que a levam a ser, proporcionalmente, a cidade com o maior número de doutores do Brasil (um doutor para cada grupo de 590 habitantes).

Campina Grande exerce grande influência política e econômica sobre o chamado “Compartimento da Borborema”, composto por mais de 60 municípios e que engloba cinco microrregiões conhecidas como Agreste da Borborema, Brejo Paraibano, Cariri, Seridó Paraibano e Curimataú. A posição privilegiada de Campina Grande contribui para que ela seja um centro distribuidor e receptor de matéria-prima e mão-de-obra de vários estados.

A cidade tem proximidade com três capitais brasileiras (Natal, João Pessoa e Recife) e dentro do próprio estado situa-se no cruzamento entre as BRs 230 e 104. As principais atividades econômicas do município são: extração mineral, beneficiamento e desenvolvimento de software, comércio varejista, culturas agrícolas, pecuária, indústrias de transformação, atacadista e serviços.

Herdeira da cultura nordestina, Campina Grande possui um rico patrimônio representado pelas manifestações culturais e populares dessa região. A quadrilha junina, o pastoril, as danças folclóricas, o artesanato, entre outros, são alguns exemplos de manifestações da cultura popular que encontram lugar na cidade. Historicamente, a cidade tem papel destacado como polo disseminador da arte dos mais destacados artistas arraigados na cultura popular nordestina, a exemplo dos “cantadores de viola”, “emboladores de coco”, poetas populares em geral.

Eventos como O Maior São João do Mundo, Festival de Violeiros, Canta Nordeste, além de programações específicas das emissoras de rádio campinenses, contribuem fortemente para a preservação da cultura regional. Campina Grande também é a sede do maior encontro de apologia cristã do mundo, o Encontro da Consciência Cristã, que reúne milhares de pessoas das mais diversas denominações cristãs durante o carnaval, para debater temas ligados à fé, ética e sociedade. No período também são realizados o “Crescer”, o Movimento de Integração Espírita Paraibano (MIEP) e o Encontro da Nova Consciência.

Foi no solo fértil de Campina Grande, com seu clima agradável e de povo hospitaleiro, que surgiu há 49 anos a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).  Patrimônio do Estado e fonte do saber de onde emanam sonhos e esperanças de milhares de jovens todos os anos, a Instituição, desde o seu nascedouro, contribuiu de forma decisiva para o desenvolvimento social, econômico e cultural da cidade, atuando de forma pródiga na promoção da ciência, do progresso e do conhecimento.

A UEPB se apresenta como uma instituição que faz parte da história e da vida da cidade, correspondendo em mais de quatro décadas aos anseios de seu povo. Em seus 49 anos de existência, a UEPB cresceu. Avançou no ensino, na pesquisa e na extensão e estendeu seus tentáculos para os lugares mais longínquos da Paraíba. Hoje ela está presente em oito cidades. Além de Campina Grande, tem câmpus instalado em João Pessoa, Patos, Lagoa Seca, Guarabira, Catolé do Rocha, Monteiro e Araruna.

A fonte onde tudo começou, no entanto, está na Serra da Borborema. Aqui, a UEPB fincou suas raízes antes de se tornar um patrimônio da Paraíba. Bem conceituada em vários rankings do país, principalmente devido à qualidade de sua Pós-Graduação, a UEPB todos os semestres forma diversos profissionais nas mais diversas áreas do conhecimento.

APOIO

  • UNIFIP
  • Bar e Restaurante Sabor Sertanejo
  • R9 Engenharia
  • CERTRO
  • Faculdade Mauricio de Nassau
  • Água Savoy
  • UNIFACISA
  • Cadesril - Muito mais caderno
  • ARAFISM
  • UNIMED
  • Sólido
  • Cursos IAPS
  • ABFP - Associação Brasileira de Fisioterapia Pélvica
  • ICS
  • CREFITO 1

REALIZAÇÃO

  • Universidade Estadual da Paraíba